Cuidado, conservação e proteção do mar

domingo, Janeiro 10, 2016

A Associação Náutica Catarinense para o Brasil (Acatmar), frente às notícias de contaminação nas praias e informações sobre os altos índices de ligações clandestinas de esgoto na capital catarinense, pede a colaboração de empresários, moradores, síndicos de condomínios e donos de construtoras. A entidade entende que não basta cobrar soluções somente do poder público quando não há o cuidado básico de ligar corretamente o esgoto das residências e estabelecimentos comerciais na rede coletora.

Entre os anos de 2014 e 2015, em três edições do Projeto Limpeza dos Mares, com a ajuda de voluntários, a Acatmar recolheu 23 toneladas de lixo do fundo do mar e costões na Grande Florianópolis. Isso demonstra a falta de comprometimento da sociedade como um todo em relação ao descarte de materiais e a conservação do meio ambiente. Agora, com a chegada da temporada, isso se reflete no despejo de água contaminada no mar, prejudicando moradores e turistas.

Nesta temporada temos duas praias com certificação do Programa Bandeira Azul (Praia de Palmas em Governador Celso Ramos e Lagoa do Peri, na capital), e estamos batalhando para que mais praias conquistem este selo. Só que para isso, situações como as que estão acontecendo no Norte da Ilha precisam parar – e por isso é necessário o cuidado de TODOS.

Mar limpo é saúde, é qualidade de vida, é turismo sustentável. Impedir a chegada de esgoto ao mar é proteger a navegação e os banhistas.